Psicopedagogia
 

A Psicopedagogia tem como propósito abrir espaços objetivos e subjetivos de autoria de pensamento, entrelaçando inteligência-desejo, dramatizado, representado, mostrado e produzido em um corpo.

O objeto de estudo da psicopedagogia é o processo de aprendizagem em seus padrões normais e patológicos. É o reconhecimento das modalidades de ensino e de aprendizagem e a possibilidade de sua ressignificação.

Com relação às modalidades de inteligência, achamos interessante para o leitor  resumir esta modalidades, de acordo com a visão de Fernãndez (1991) e Pain (1986) , estabelecendo as relações e conseqüências na aprendizagem.
 
Hipoassimilação
- Modalidade:   pobreza  de  contato  com  o  objeto,  esquemas   de   objeto empobrecidos.
 
- Conseqüência:   incapacidade  de coordenar estes esquemas, défict lúdico e criativo,  prejuízo  da   função  antecipatória,  da imaginação  e  da  criação.
 
Hiperassimilação
- Modalidade: precocidade na internalização dos esquemas representativos, predomínio do lúdico e da fantasia, subjetivação excessiva.
 
- Conseqüência: não permite antecipação de transformações, desrealização do pensamento, resistência aos limites, dificuldade para resignar-se.
 
Hipoacomodação
- Modalidade: não  respeito  ao  ritmo, tempo da criança não obediência à necessidade de repetição de uma experiência, reduzido contato com o objeto.
 
- Conseqüência: déficit na representação simbólica, dificuldade na internalização das imagens, problemas na aquisição da linguagem, falta de estimulação, abandono.
 
Hiperacomodação
- Modalidade:  superestimação da imitação, reduzido  contato  com a  subjetividade,  falta  de iniciativa, obediência cega às normas, submissão, não dispõe de suas experiência anteriores.
 
- Conseqüência:    superestimulação   da    imitação,   falta   de  iniciativa,      obediência acrítica às normas, submissão. 
 
A partir deste esquema sobre as modalidades de inteligência, o sujeito constrói sua não-aprendizagem, da seguinte forma:
 
Hipoassimilação/Hiperacomodação
-  Alunos “bonzinhos”, mas não colocam significados; imitação estereotipada.
-  Modalidade dominante na escola.
 
Hiperassimilação/Hipoacomodação
-  Problemas de aprendizagem com estrutura psicótica ou de Sintoma.
 
Hipoassimilação/Hipoacomodação
-  Não reproduz, não fantasia.
-  Inibição Cognitiva.
 
Outro aspecto que o psicopedagogo deverá considerar: o processo ensino-aprendizagem é sempre um caminho de via dupla. As modalidades de aprendizagem que interferem neste processo dizem respeito não exclusivamente ao aprendente, mas também ao ensinante. Isso nos leva a refletir na nossa própria modalidade de aprendizagem, uma vez que ela poderá construir uma modalidade de ensinagem geradora de modalidades de aprendizagem patógenas.

A Pedagogia trabalha fazendo com que as coisas sejam pensadas, a Psicopedagogia busca fazer com que sejam pensáveis, é a autoria de pensamento. O grande salto do aprender é o sujeito se permitir pensar.

Metodologia - A avaliação psicopedagógica é realizada em 04 (quatro) sessões, sendo 02 (duas) com a família e 02 (duas) com a criança e/ou adolescente. Após a avaliação e a indicação do acompanhamento semanal é feita uma visita à escola para entrevistas com professores e orientadores visando uma parceria com todos os profissionais que lidam com o sujeito em questão. Se necessário também são realizadas sessões com pais, irmãos e outros envolvidos no processo.

“Quem se sente reconhecido como sujeito pensante, aprende”.